Marketing sustentável, marcas do futuro.

Em nossa nova realidade, pensar no posicionamento de sua empresa considerando o impacto ambiental é fundamental. Focar no futuro é bom para sua marca e para seus consumidores. Por isso escolhemos esse assunto para abrir nosso blog e começar esse novo ano com tudo.

A crise gerada pela pandemia em 2020 mudou de fato o hábitos das pessoas, desde a forma com que trabalham e aproveitam o tempo livre,  até a forma com que consomem. Isso fez com que houvesse mudanças em como muitos produtos e serviços são ofertados. Para falar a verdade, uma das consequências positivas da COVID-19 foi a queda histórica na emissão de CO² no mundo. Essa é uma informação muito importante considerando que esse cuidado com o meio ambiente é um valor central entre ambas as partes: empresas e consumidores. Cerca de 73% das pessoas se mostraram dispostas a mudar hábitos de consumo para reduzir o impacto ambiental¹, e 49% se interessam por produtos e serviços que têm um engajamento sustentável, mesmo que isso signifique pagar mais caro². 

Em meio a todas essas mudanças, fazer parte da solução é quase um compromisso de qualquer profissional de marketing atento. Em tempos de crise, o relacionamento com o cliente deve ser mais pessoal do que nunca, saber o que precisam e esperam é essencial. O marketing sustentável proposto no título é o comprometimento de conectar marcas a um número crescente de pessoas que desejam viver suas vidas em harmonia com o meio ambiente.

Como fazer parte desse mundo novo?

O marketing verde se fortalece à medida que as marcas aumentam suas ofertas de produtos e serviços comprometidos com o meio ambiente. Promover a sustentabilidade de uma empresa é, de fato, estar mais próximo do consumidor.

Vantagens do marketing sustentável

Aqui estão algumas dicas de como colocar sua estratégia de marketing verde em ação:

  • Motivações: Pense sua marca, em que segmento isso faz diferença? Pense em se conectar com consumidores que estão por dentro de suas economias (energia, recursos, dinheiro), com defensores dos animais, com entusiastas da saúde (produtos orgânicos, brinquedos não tóxicos, etc) e vida ao ar livre.
  • Conteúdo: A cultura sustentável exige experiências genuínas. Concentre-se em entregar mensagens autênticas, eduque seus consumidores e o mais importante, dê a oportunidades deles participarem. Não se trata de vender uma posição, mas fazer com que haja mudanças reais em relação ao meio ambiente, desde redução do consumo de energia em escritórios até o design de algum produto e embalagens ecologicamente corretas.
  • Alternativas: Fazer parte da solução é a pedra fundamental desse ecossistema. Boas práticas como compartilhar, doar, reduzir, reciclar, reaproveitar e trocar, são peças chaves para criar uma ponte de comunicação verdadeira e que estimula mudanças de hábitos.

Se estive interessado em saber como sua empresa pode impactar e ajudar a mudar o mundo de forma sustentável, nos siga em nossas redes sociais e compartilhe nosso conteúdo.

1-2 The Nielsen Company US, Descompactando o cenário da sustentabilidade, 2018.

3 The Conference Board® Global Consumer Confidence Survey , realizada em colaboração com a Nielsen, segundo trimestre de 2017.

Deixe seu comentário

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.